Maternidade em Dose Dupla

Maternidade em dose dupla

Desconfiar de que está grávida é uma situação que gera angústia e ansiedade antes de receber a confirmação, pois a maternidade é um momento de grande mudança na vida da mulher. Agora, imagine a sensação de não ter a certeza de que a gravidez é de um ou mais bebês.

Somente o exame de ultrassom pode comprovar a gestação dupla, mas o tempo para se obter essa confirmação pode variar de acordo com os meses de gestação e o posicionamento das crianças. Nos casos de trigêmeos esse tempo pode ser de três meses ou mais.

Não há como acabar com a ansiedade, mas para tornar o período de espera mais ameno, é possível observar alguns sinais que o corpo dá e quais as principais diferenças entre a gestação de uma ou mais crianças.

Os sintomas comuns de uma gestação são: aumento de peso, prisão de ventre, náuseas, vômitos, dores nas costas, dor nos seios, crescimento do útero e retenção de líquido. Porém, quando tudo isso ocorre de forma exagerada, em um curto intervalo de tempo, pode ser indícios de que gêmeos estão chegando.

Após a confirmação da gravidez de gêmeos, o pré-natal a ser realizado exigirá um acompanhamento mais próximo, por se tratar de uma gestação mais delicada, com maiores riscos de desenvolvimento de pressão alta, diabetes gestacional e trabalho de parto prematuro. Também é preciso que o médico esteja atento ao posicionamento dos bebês para que nada comprometa o desenvolvimento dentro do útero.

Quando a grande hora chegar, converse com o seu médico sobre a melhor opção de parto, que pode ser cesariana ou normal. Mesmo se tratando de gêmeos, há a possibilidade do parto natural, tudo dependerá da situação da mãe e dos bebês.

Fonte:

MARTINS, Wellington de Paula; BARRA, Daniela de Abreu; MAUAD-FILHO, Francisco. Gestação Múltipla – Aspectos Clínicos. Disponível em: http://www.febrasgo.org.br/site/wp-content/uploads/2013/05/Femina_34-6-423.pdf. Acesso em 15 de outubro de 2014.

L.BR.02.2015.2907