seguranca-transito-gravidez

Segurança no Trânsito

A segurança da mulher grávida no trânsito é indispensável. O cinto de segurança é fundamental para a saúde da mãe e do bebê. Com a barriga já crescida, a gestante deve utilizar o cinto de três pontos abaixo da barriga, ajustando para não se machucar.

A mulher deve evitar dirigir nos últimos meses de gestação, pois a ansiedade e o trânsito podem deixá-la desconfortável.

Com o nascimento do bebê, é obrigatório utilizar o bebê-conforto. O CONTRAN – Conselho Nacional de Transito transformou em lei o uso obrigatório da cadeira-auto e bebê -conforto para crianças de até sete anos e meio de idade. A lei entrou em vigor no começo de 2010, determinando uma multa de R$191,54, perda de sete pontos na carteira e até a apreensão do veículo para quem for flagrado sem a cadeirinha.

Confira os tipos de equipamento para cada idade da criança:

Bebê Conforto – Grupo 0,0+ (de 0 a 12 meses): até aproximadamente 12 meses de idade, ou até que tenham alcançado altura e peso máximos determinados pelo fabricante do dispositivo de segurança, deve ser usado o “bebê conforto”. O bebê conforto deve ser instalado no banco traseiro, de costas para o motorista ou carona, pois somente assim o bebê fica protegido de ferimentos na coluna cervical em caso de colisão ou freadas. O bebê conforto deve estar preso pelo cinto de segurança do veículo e o bebê deverá estar preso ao cinto do equipamento. Para maior praticidade, existem bases que permanecem instaladas no veículo, facilitando o encaixe e o travamento do bebê conforto na mesma. Outro cuidado importante é nunca reclinar o bebê conforto mais do que 45 graus.

Cadeira para Auto – Grupo I (de 13 a 32 meses): Dos 13 meses aproximadamente, até os 32 meses, ou até que tenham alcançado altura e peso máximos determinados pelo fabricante do dispositivo de segurança, as crianças serão acomodadas na cadeira auto. A cadeira auto deverá estar voltada para frente, presa pelo cinto de segurança do veículo e a criança deverá estar presa no cinto de segurança da cadeirinha.

Assento de Elevação – Grupo II e III – (de 33 a 90 meses): Dos 33 meses, aproximadamente, até 90 meses, deve-se usar um assento de elevação (booster) e cinto de segurança do automóvel. Neste caso, a criança ficará presa pelo cinto de segurança do automóvel. O assento de segurança faz com que o cinto de segurança do carro passe nos locais corretos do corpo da criança: sobre os quadris e ao centro do ombro e peito.

A instalação do equipamento deve ser realizada de forma correta para garantir a segurança e o conforto da criança. A cadeirinha é mais segura do que o transporte nos braços de um adulto.

De acordo com as estatísticas, o uso adequado da cadeira auto e do bebê conforto pode reduzir em até 71% o risco de lesão fatal ou permanente em acidentes de automóvel.

Fonte: Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP e site Compra Fácil.