Fecundação

Fecundação é a quando o espermatozoide se funde ao óvulo e forma o zigoto. Essa formação ocorre no interior das trompas, e o óvulo fecundado em seguida se encaminha na direção ao útero.

O Zigoto se divide em duas células, depois em quatro células, e assim por diante.  Após alguns dias, o blastocisto vai se implantar na parede do útero e em algumas semanas dará origem ao embrião, formando um ninho.

Fecundacão do espermatozoide
Fecundação do espermatozoide com o óvulo

Terceira semana óvulo é dividido
Terceira semana: o óvulo é dividido em centenas de células chamadas blastocisto.

Quarta semana do embrião
Quarta semana: embrião com três planos distintos, interno, médio e externo.

Quinta semana do embrião
Quinta semana: embrião mede 4mm com tubo neural que formará a medula espinhal e o cérebro.

Sexta semana do embrião
Sexta semana: embrião mede 6mm e já tem o crânio quase formado.

Quando o zigoto atinge o útero, é produzido um hormônio chamado Hormônio Coriônico Gonadotrófico (HCG). É esse hormônio que induz o ovário a produzir estrogênio e a progesterona.

O estrogênio e progesterona chegam à hipófise “avisando” que a mulher está grávida. Assim, a hipófise para de produzir os hormônios (FSH e LH) que iriam estimular o ovário parar a ovulação, suspendendo o ciclo menstrual. Quando uma mulher está grávida, é o exame desse hormônio que dá certeza da gravidez. Esses exames costumam dar positivo no primeiro dia de falha da menstruação.

Fontes:

Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP

Magalhães, Ângela Maria. Gravidez. In: Sexo sem medo: um manual de auo-ajuda para mulheres e homens. P43-46. 2003. 1ª Edição. Brasport Livros. Rio de Janeiro – RJ.