Adesivo Contraceptivo

Adesivo

O Adesivo anticoncepcional, também chamado de patch, é um material aderente que deve ser colado na pele da mulher e permanecer na mesma posição por uma semana. Esse método contraceptivo possui em sua fórmula a combinação de dois hormônios: progestogênio e o estrogênio, que são liberados na circulação de forma contínua por sete dias.

O primeiro adesivo deve ser colocado no primeiro dia da menstruação. Os adesivos vêm em três unidades para serem usados de forma consecutiva. Após as três semanas de uso, é necessário fazer uma semana de pausa.

adesivo

Pode ser colocado em diversos locais do corpo, como braço, abaixo da barriga, nas costas ou na nádega. Evite colocar em locais em que não haja contato com roupas apertadas, e na região das mamas.  A cada nova aplicação troque de lugar.

Caso haja o deslocamento total ou parcial do adesivo por menos de 24 horas, recoloque o mesmo adesivo (se permanecer aderido) ou cole um novo adesivo, para evitar a perda da eficácia. Se o anticoncepcional estiver descolado por mais de um dia, será necessário colar um novo adesivo e reiniciar um novo ciclo. Também se aconselha realizar um método de barreira por sete dias (camisinha).

Não há flutuações hormonais e a eficácia contraceptiva se mantém mesmo que haja atraso de até dois dias na substituição do adesivo.

É um método contraceptivo muito eficaz e possui poucos efeitos colaterais, como dores de cabeça, cólicas menstruais leves e náuseas. Para mulheres acima do peso é possível que ocorra uma redução na eficiência desse método contraceptivo, sendo recomendado outro preventivo.

Fontes:
Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP
Freitas, Fernando. Rotinas em Ginecologia. In: Anticoncepção. P 270 – 289.2011. 6 ª Edição. Editora Artmed. São Paulo – SP