Diafragma

Diafragma

O diafragma é um anel flexível envolvido por uma borracha fina, que impede a entrada dos espermatozoides no útero. Para haver o funcionamento correto do diafragma, a mulher deve colocá-lo dentro da vagina cerca de 15 a 30 minutos antes da relação, e retirá-lo 12 horas após o ato sexual.

Esse método contraceptivo apresenta uma chance de falha de 10%. Por se tratar de um procedimento de barreira e não hormonal, não possui efeitos colaterais e ainda apresenta uma grande vantagem: a redução do risco de câncer de colo do útero. Recomenda-se o uso conjunto com o espermicida para proporcionar uma maior eficácia.

Para começar a utilizar o diafragma como método contraceptivo, a mulher deve visitar o médico ginecologista para saber o tamanho que melhor se adapta a vagina. O diafragma não é descartável, podendo ser utilizado por até 3 anos. Caso a mulher engravide ou ganhe peso, o diafragma deverá ser trocado.

O cuidado com o anel é primordial para o seu funcionamento preventivo. Por isso, após a última relação sexual deve ser retirado, higienizado com água e armazenado corretamente. Esse método não pode ser utilizado durante o período do fluxo menstrual.

O uso desse contraceptivo é indicado para mulheres que já tiveram relações sexuais e não possuam infecção no colo do útero, da vagina e urinária. Mulheres virgens, com alergia a látex ou que tenham problema no colo do útero não podem usar o diafragma.

Para o uso correto dessa prática contraceptiva é necessário conhecer bem o próprio corpo. Abaixo listamos como o diafragma deve ser utilizado:

  • Primeiramente urinar e lavar as mãos;
  • Colocar um pouco de creme espermicida dentro do diafragma;
  • Dobrar o diafragma e introduzi-lo em direção ao fundo da vagina;
  • Ajustar com o dedo indicador a borda do diafragma no osso pubiano.

Fonte: Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP