ACONSELHAMENTO PRÉ-NATAL

É a avaliação do médico obstetra, na qual são observados o desenvolvimento do feto e a saúde da mãe. Esse acompanhamento envolve o diagnóstico de eventuais enfermidades e a orientação correta à gestante.

 

São registradas informações importantes para a saúde do bebê e da gestante. Veja quais são:

 

  • Data da última menstruação (DUM);
  • Data provável do parto (DPP);
  • Número de semanas de gestação;
  • Frequência cardíaca do bebê;
  • Altura uterina;
  • Tipo sanguíneo e fator RH;
  • Peso e pressão arterial;
  • Presença ou não de inchaço;
  • Resultado de exames de rotina e outros;
  • Medicamentos receitados;
  • Vacinas aplicadas.

 

Veja tudo sobre aconselhamento pré natal

As consultas do pré-natal devem seguir uma periodicidade. Geralmente, a visita ao médico deverá ser mensal até o sétimo mês de gestação. Depois da trigésima semana, a consulta é indicada a cada quinze dias e no último mês de gravidez, recomenda-se que seja realizada semanalmente.

 

Essa periodicidade pode variar de acordo com a saúde da paciente e com as orientações médicas.

 

EXAMES

No aconselhamento são solicitados exames primordiais para o acompanhamento da gravidez.
Os mais solicitados são:

 

  • Papanicolau;
  • Exame de sangue;
  • Exame de Urina;
  • Exame de Fezes;
  • Ultrassonografia (a partir da 6ª semana de gestação);
  • Exame obstétrico.

 

No exame obstétrico, é realizada palpação dos contornos fetais entre as contrações para verificar a posição do bebê. Nele também são medidas a altura uterina, a circunferência abdominal e os batimentos cardíacos da gestante e do bebê.

 

Fontes:

Dr. Sérgio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP

Mehoudar, Anna. O pré-natal. In:Da Gravidez aos cuidados com o bebê.P27-30. 2012. 1ª Edição. Summus Editorial. São Paulo-SP

 

CONVIVENDO

Homenagear o pai, a mãe, o avô ou a avó, escolher o nome do galã ou da heroína da novela, ir pelo significado, ou mesmo tentar ser criativo. Pode tudo na hora de escolher o nome que seu bebê terá orgulho de ser chamado.

 

Para ajudar nessa escolha tão especial, separamos alguns nomes e seus significados. Baixe o arquivo e divirta-se!

 

Referência

 

CARE, Providing Prenatal. Evidence-based prenatal care: Part I. General prenatal care and counseling issues. Am Fam Physician, v. 71, n. 7, p. 1307-1316, 2005.

PERGUNTAS FREQUENTES

O DIU (Dispositivo Intrauterino) nos faz engordar?

O DIU é um método contraceptivo não hormonal, que não causa alterações metabólicas, portanto, não engorda.

A partir de quando posso usar o DIU depois do parto cesárea? Existe alguma contraindicação? Posso usar enquanto estou amamentando?

Pode usar o DIU logo após 40 dias da cesariana. Sim, pode usar amamentando.

Se eu não tomar a pílula anticoncepcional no horário certo - um dia tomar de manhã e no outro à noite - quais os tipos de consequências que eu vou ter?

O maior problema é a perda da eficiência da pílula anticoncepcional.

Gostaria de saber se há relação direta entre a endometriose e o uso da pílula anticoncepcional.

Não. Ao contrário. A pílula anticoncepcional é um dos tratamentos propostos para a endometriose.

VER TUDO

VÍDEOS

MITOS E VERDADES SOBRE CONTRACEPCAO DE LONGO PRAZO

MITOS E VERDADES SOBRE CONTRACEPCAO DE LONGO PRAZO

YYMMDD Author/Uploaded by

A ginecologista e obstetra Dra. Thais Ushikuza esclare as principais duvidas e mitos sobre os métodos de contraceptivos de longo prazo

LER MAIS

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Para receber mais informações,
digite seu nome e e-mail.

As opiniões acima possuem caráter meramente informativo e não substituem a consulta a seu médico de confiança.

 

Não é finalidade deste site a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico aos usuários, tarefa esta reservada unicamente ao seu respectivo médico de confiança.