Fecundação

Fecundação é a quando o espermatozoide se une ao óvulo e forma o zigoto. Essa formação ocorre no interior das trompas, e o óvulo fecundado em seguida se encaminha na direção do útero.

O Zigoto se divide em duas células, depois em quatro células, e assim por diante, até formar o blastocisto, que vai se implantar na parede do útero e em algumas semanas dará origem ao embrião, formando um ninho.

Fecundacão do espermatozoide
Fecundação: união do espermatozoide com o óvulo

Terceira semana óvulo é dividido
Terceira semana: o óvulo é dividido em centenas de células formando o blastocisto.

Quarta semana do embrião
Quarta semana: embrião com três planos distintos, interno, médio e externo.

Quinta semana do embrião
Quinta semana: embrião mede 4 mm e já apresenta o tubo neural que formará a medula espinhal e o cérebro.

Sexta semana do embrião
Sexta semana: embrião mede 6 mm e já tem o crânio quase formado.

Quando o embrião atinge o útero, é produzido um hormônio chamado Hormônio Coriônico Gonadotrófico (HCG). É esse hormônio que induz o ovário a produzir estrogênio e a progesterona.

O estrogênio e progesterona chegam à hipófise “avisando” que a mulher está grávida. Assim, a hipófise para de produzir os hormônios (FSH e LH) que iriam estimular o ovário parar a ovulação, suspendendo o ciclo menstrual. Quando uma mulher está grávida, é o exame desse hormônio que dá certeza da gravidez. Esse exame costumam dar positivo no primeiro dia de falha da menstruação.

Fontes:

Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP

Magalhães, Ângela Maria. Gravidez. In: Sexo sem medo: um manual de auo-ajuda para mulheres e homens. P43-46. 2003. 1ª Edição. Brasport Livros. Rio de Janeiro – RJ. 

JOHNSTONE, Adam. Biology: facts & practice for A level. Oxford University Press. p. 95, 2001. 

SILVA, Willianne Kaline Alves da. Dissecting the pluripotent state of embryonic stem cells. 2013. 

WEBSTER, William S. et al. Interference with gastrulation during the third week of pregnancy as a cause of some facial abnormalities and CNS defects.American journal of medical genetics, v. 31, n. 3, p. 505-512, 1988. 

TODD, T. Wingate. The pubic symphysis of the guinea‐pig in relation to pregnancy and parturition. American journal of Anatomy, v. 31, n. 4, p. 345-357, 1923. 

MOORE, K.L.; PERSAUD, T.V.N. The developing human: clinically oriented embryology. 7ª ed. Elsevier. USA, 2003. 

GIDLEY-BAIRD, A. A. et al. Failure of implantation in human in vitro fertilization and embryo transfer patients: the effects of altered progesterone/estrogen ratios in humans and mice. Fertility and sterility, v. 45, n. 1, p. 69-74, 1986.