Dúvidas Comuns Sobre Métodos Contraceptivos de Longo Prazo

Costumo esquecer de tomar a pílula com certa frequência, por isso meu médico me recomendou um DIU medicado com progesterona ou um implante, mas fiquei na dúvida. Se não estou ingerindo diariamente, será que vai funcionar? Ele me disse que vai reduzir meu sangramento, podendo até ficar sem menstruar, adorei esta informação, mas fiquei na dúvida, é saudável?

Muitas mulheres ainda têm receio de adotar algum método contraceptivo de longo prazo mesmo após a indicação do seu ginecologista. São muitas as opções, como o implante hormonal ou o DIU (dispositivo intrauterino) de cobre ou medicado com progesterona, e muitos deles, como DIU medicado, pode até reduzir ou interromper o sangramento menstrual. Essa ideia, apesar de agradar a maioria das mulheres que sofrem com o sangramento mensal, também as deixa com uma desconfiança sobre se interromper o fluxo menstrual não faria mal para o seu organismo.

As mulheres conquistaram muitos direitos nas últimas décadas e uma dessas conquistas é poder ficar sem menstruar com saúde. Os métodos anticoncepcionais de longo prazo, além de serem práticos e seguros, pois não necessitam que a paciente lembre todos os dias no mesmo horário de tomar o medicamento, também podem ter o benefício de cessar com a tão incômoda menstruação, e com isso também acabar com as cólicas.

Em relação ao DIU com hormônio, além de agir como um corpo estranho no útero que impede a fecundação do óvulo pelo espermatozoide, ele libera hormônios que causam a atrofia das glândulas do endométrio, tornando-o mais fino, e por isso faz com que o sangramento menstrual diminua ou até mesmo seja interrompido durante o seu uso, que pode ser de até cinco anos ou caso haja necessidade de trocar o dispositivo.

Para colocar um DIU não há restrições quanto à idade, basta que o sistema reprodutor feminino esteja amadurecido, ou seja, que a paciente já tenha passado pela puberdade, menstrue normalmente e que já tenha tido relações sexuais. Algumas mulheres não podem utilizar o DIU como método devido a doenças pré-existentes ou condições de seu útero.
O ideal é, antes de aderir a qualquer que seja o método anticoncepcional, conversar com o seu ginecologista. São muitas as opções de contraceptivos de longo prazo, que podem lhe oferecer inúmeros benefícios.

Veja mais sobre o tema em DIU e SIU.

HATCHER, R. A., RINEHART, W., BLACKBURN, R., GELLER, J. S. e SHELTON, J. D.: Pontos Essenciais Da Tecnologia de Anticoncepção. Baltimore, Escola de Saúde Pública Johns Hopkins, Programa de Informação de População, 2001.
UNIFESP; Dispositivo Intrauterino DIU. Disponível em . Acesso em 29 de abril de 2014.

L.BR.05.2014.1971