dor-de-cabeca

Que dor de cabeça é essa?

Que levante a mão quem nunca sofreu com dores de cabeça. Seja depois de um dia estressante de trabalho ou por algum resfriado, a sensação de cabeça pesada e dolorida não perdoa ninguém. Na maioria das vezes um analgésico pode resolver o incômodo. Mas, como existem diversos tipos de dores decabeça, cada um com sua característica própria, antes de se automedicar, é fundamental saber a causa da dor.

O tipo mais comum é a cefaleia tensional, causada por estresse, cansaço ou problemas de visão, como miopia não tratada. Pode durar horas ou dias e se intensifica com o esforço físico e mental.
Já a cefaleia em salvas é um tipo intenso e raro de causa ainda desconhecida. Pode ocorrer várias vezes ao dia, acompanhada de congestão nasal, contração da pupila, tontura e suor excessivo.

A enxaqueca, doença ainda sem causa definida, é o tipo mais popular de dor de cabeça e atinge milhões de pessoas no mundo, sendo que dos pacientes afetados, 80% são mulheres e 20% são homens. Suas principais característicassão: dor intensa em apenas um dos lados da cabeça, intolerância à luz e ao barulho, mal estar, enjoo, vômitos e tontura.

Pesquisas neurológicas indicam que a predileção pelo público feminino é determinada pelo estrogênio (hormônio feminino), principalmente se a paciente já tiver histórico familiar de enxaqueca. A queda desse hormônio no período menstrual, principalmente nos dias de tensão pré-menstrual (TPM), faz com que a enxaqueca dispare, indicando o papel do hormônio na proteção contra dores de cabeça.

Isso é comprovado quando observamos mulheres que têm enxaqueca e engravidam. Durante os nove meses de gestação, o corpo feminino atinge oauge de produção hormonal, incluindo de estrogênio. Com isso, 65% das grávidas apresentam melhora das dores de cabeça logo no terceiro mês de gestação, mas voltam a sentir o incômodo após o parto.

Caso você sofra de algum tipo de dor de cabeça, procure por um neurologistapara investigar as causas, pois somente um profissional especializado é capaz de indicar o tratamento correto para o seu problema.

Fonte:

VARELLA, Dráuzio. Dor de Cabeça. Disponível em: http://drauziovarella.com.br/letras/c/dor-de-cabeca/. Acesso em 12 de dezembro de 2016
VEJA. Por que as mulheres sofrem mais com as enxaquecas? Disponível em: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/enxaqueca-e-a-mulher-por-que-elas-sofrem-mais. Acesso em 12 de dezembro de 2016.

L.BR.MKT.11.2016.6386