bolsa-estourou-materia

A bolsa estourou. E agora?

Com as últimas semanas da gestação se aproximando a ansiedade começa a crescer, e quando a grande hora chega e o nervosismo toma conta, muitas mulheres não conseguem identificar se a bolsa de fato se rompeu. Mas o que caracteriza o rompimento da bolsa amniótica é a quantidade de líquido e seu aspecto, pois o material amniótico é quase transparente e tem odor semelhante ao de água sanitária.

Para algumas gestantes, o líquido fica apenas gotejando, enquanto para outras o fluxo é mais intenso, mas para todas elas existe uma única sensação, a de urinar e não conseguir controlar. Caso a mulher tenha apenas acordado com a calcinha úmida, é preciso verificar se não se trata de urina, secreção vaginal, suor ou até mesmo o tampão mucoso, que pode sair aos poucos na forma de secreção com sinais de sangue, anunciando que a hora do parto está se aproximando. Mas fique atenta, em alguns casos a bolsa pode romper antes da hora, se desconfiar que isso pode ter acontecido procure seu médico imediatamente.

Para que você não tenha nenhum constrangimento no caminho até a maternidade, você pode utilizar um absorvente ou uma toalha para controlar o vazamento. Observe constantemente a cor do líquido, no início ele será amarelado e depois ficará mais transparente. Se o líquido não estiver transparente avise seu médico imediatamente. Lembre-se, não há motivos para pânico, afinal o momento do nascimento de seu filho será um dos mais felizes da sua vida.

Veja também alguns cuidados necessários com a saúde da gestante

Fonte:
FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA; Rotura Prematura das Membranas. Disponível em: http://www.projetodiretrizes.org.br/projeto_diretrizes/087.pdf. Acesso em 09 de outubro de 2014.

L.BR.10.2014.2588