BABÁ OU CRECHE?

Muito bom curtir o bebê nos seus primeiros meses de vida, mas muitas mães terão de enfrentar um dilema no momento de voltar ao seu posto de trabalho: contratar uma babá ou manter o pequenino numa creche? Deixá-lo aos cuidados de uma avó ou algum parente seria, sem dúvida, uma opção bem segura, mas nem todas têm esse privilégio. “O mais importante para a criança é a mãe se sentir segura, pois ela passará isso inconscientemente ao bebê e também quando ele estiver com qualquer idade durante a infância”, alerta a obstetra Membro da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), Rita de Cassia Sanchez.

 

Tanto matricular o bebê em uma creche como contratar uma babá exigem boas referências do estabelecimento e da profissional. Em ambos os casos, a mamãe também terá de conquistar uma boa dose de confiança para que se sinta bem no trabalho.

 

“Ela deve avaliar qual o esquema ideal para seu ritmo de casa e do trabalho. Em qualquer escolha é fundamental que ela se sinta menos culpada (pois mãe sempre se culpa) e mais segura”, pondera Rita de Cassia.

 

Babá ou Creche?

Se por um lado as babás nem sempre tem a mesma preparação que os funcionários de uma creche, por outro, durante o primeiro ano de vida, a imunidade do bebê ainda é muito baixa e o ideal é que ele fique longe de aglomerações.

 

Tanto a babá como a creche oferecem vantagens e desvantagens que devem ser analisadas cuidadosamente. A verdade é que não há resposta certa para essa questão. Cada mãe deve encontrar a melhor saída visando o bem-estar e segurança de seu bebê e a sua própria tranquilidade.

 

Pesquise tudo sobre a profissional a ser contratada. Cheque todas as referências, colhendo detalhes sobre desempenho e conduta.

 

Observe também sua aparência e cuidados pessoais e de higiene. Perceba o modo como fala e cuida do pequenino. Fique muito atenta a qualquer pequena mudança de comportamento do bebê, como choro ou agressividade no momento da chegada da babá, por exemplo.

 

Por Egle Leonardi

PERGUNTAS FREQUENTES

O DIU (Dispositivo Intrauterino) nos faz engordar?

O DIU é um método contraceptivo não hormonal, que não causa alterações metabólicas, portanto, não engorda.

A partir de quando posso usar o DIU depois do parto cesárea? Existe alguma contraindicação? Posso usar enquanto estou amamentando?

Pode usar o DIU logo após 40 dias da cesariana. Sim, pode usar amamentando.

Se eu não tomar a pílula anticoncepcional no horário certo - um dia tomar de manhã e no outro à noite - quais os tipos de consequências que eu vou ter?

O maior problema é a perda da eficiência da pílula anticoncepcional.

Gostaria de saber se há relação direta entre a endometriose e o uso da pílula anticoncepcional.

Não. Ao contrário. A pílula anticoncepcional é um dos tratamentos propostos para a endometriose.

VER TUDO

VÍDEOS

QUAL O MÉTODO CONTRACEPTIVO IDEAL PARA VOCÊ?

QUAL O MÉTODO CONTRACEPTIVO IDEAL PARA VOCÊ?

YYMMDD Author/Uploaded by

Qual o método contraceptivo ideal para você? Assista ao vídeo e descubra!

LER MAIS

ARTIGOS RELACIONADOS

NEWSLETTER

Para receber mais informações,
digite seu nome e e-mail.

As opiniões acima possuem caráter meramente informativo e não substituem a consulta a seu médico de confiança.

 

Não é finalidade deste site a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico aos usuários, tarefa esta reservada unicamente ao seu respectivo médico de confiança.